Home

Ficha Corrida

Professores de São Paulo: em greve e cobrando Alckmin há um mês

Categoria que pede aumento e melhores condições de trabalho reúne 20.000 em marcha

Marina Rossi São Paulo 10 ABR 2015 – 19:07 BRT

Professores em manifestação nesta sexta. / Taba Benedicto (Folhapress)

Ao menos 20.000 pessoas, segundo a Polícia Militar, e 60.000 de acordo com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) se reuniram na tarde desta sexta-feira em frente à sede do Governo Estadual na capital paulista em mais um ato da categoria que está em greve desde 13 de março e decidiu, em assembleia, continuar a paralisação.

Segundo a Apeoesp, a greve teve adesão de 75% dos professores da rede de ensino estadual. As principais reivindicações são aumento de 75% no salário, melhores condições de trabalho, redução do número de…

Ver o post original 662 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s